Need help with your products' trial? Schedule a call with an Appeon tech expert to discuss your trial needs and features you want to explore. Schedule Now
×

O PowerServer implementa automaticamente na Nuvem e .NET framework aplicativos de desktop PowerBuilder. É possível alavancar as habilidades existentes e o código-fonte do PowerBuilder. Essa é a abordagem escalonável mais rápida para sistemas de missão crítica habilitados para Nuvem e criados com PowerBuilder.

Por que escolher o PowerServer?

Menor Custo e Risco

O PowerServer converte automaticamente a maior parte do código-fonte PowerBuilder existente, incluindo DataWindows e estruturas complexas. A manutenção subsequente é realizada no IDE do PowerBuilder, mantendo a atual equipe de desenvolvimento altamente produtiva e minimizando interrupções. Um projeto normal pode ser concluído em apenas alguns meses ou até mesmo semanas, em vez de anos!

Lowest Cost and Risk
Powerful Remote Access

Acesso Remoto Poderoso

Permite que usuários remotos trabalhem com segurança utilizando uma conexão de internet padrão. Os usuários finais acessam seus aplicativos PowerBuilder por meio dos principais web browsers compatíveis com o sistema operacional Windows ou por meio de Installable Web Apps (IWAs). Os IWAs ficam no desktop e são executados sem um web browser, minimizando os problemas de configuração. A implementação do aplicativo é centralizada e as atualizações ocorrem automaticamente. Também há a opção de implementar relatórios DataWindow e funções limitadas do PowerBuilder para iOS e Android utilizando o Appeon Workspace.

Experiência do Usuário de Desktop

Experimente uma IU poderosa e os recursos normalmente encontrados em aplicativos de desktop sofisticados. Agora, não é mais necessário escolher entre acessibilidade e funcionalidade. É possível até mesmo realizar uma integração tranquila com outros aplicativos do Windows e OLEs/OCXs/DLLs, acessar APIs do Windows e utilizar dispositivos periféricos. Além de ser intuitiva, a robusta IU também elimina a necessidade de treinar novamente o usuário final.

Desktop User Experience
Native .NET Technologies

Tecnologias .NET nativas

A camada intermediária do PowerServer é desenvolvida por padrões da web e .NET framework. Assim, seu aplicativo PowerBuilder é implementado no servidor Microsoft IIS e é compatível com os principais provedores de nuvem. Seus projetos PowerBuilder podem interoperar com outros aplicativos .NET ou Java por meio de REST APIs.

Capacidade de Conversão do PowerServer

Opinião dos Desenvolvedores

“O PowerServer permitiu que oferecêssemos aos nossos clientes um produto de otimização da força de trabalho baseado na web, implementado no Microsoft Azure Cloud.”

Accenture

Tony Orsini, Diretor Sênior

PowerServer para Apps em Arquitetura da Web

O PowerServer implementa seus aplicativos PowerBuilder em uma arquitetura padrão da web de n camadas e servidor .NET. A camada de apresentação e a camada de dados são fisicamente separadas. Os servidores web e de aplicativos podem ser divididos em vários servidores e agrupados. É possível aproveitar os diversos mecanismos de segurança, incluindo protocolo HTTPS, firewall e segurança de servidor web. Independentemente do tamanho da sua empresa, você reconhecerá os benefícios de maior disponibilidade, escalabilidade, segurança e confiabilidade.

PowerServer Web App Architecture


Perguntas Frequentes

Infelizmente, o PowerServer não é compatível com Macintosh.

É possível utilizar o Chrome, FireFox e Edge no sistema operacional Windows.

Infelizmente, o PowerServer não é compatível com web browsers para iOS ou Android. O PowerServer replica fielmente a funcionalidade do aplicativo de desktop do Windows e, como tal, deve ser implementado no sistema operacional Windows. No entanto, caso deseje implementar relatórios DataWindow e/ou funcionalidade de entrada de dados simples em dispositivos móveis, você pode tentar executar seu aplicativo no iOS ou Android utilizando o Appeon Workspace. O Appeon Workspace é destinado somente à implementação interna e não é permitido nas lojas de aplicativos da Apple ou Google.

Sim e não, caso o acesso ao seu aplicativo ocorra por meio de um web browser ou na forma de um Installable Web App (IWA). Um plugin de navegador é necessário para acessar seu aplicativo por meio de um web browser. Os Installable Web Apps não utilizam um web browser e, desta forma, não requerem plugins.

A implementação de seu aplicativo PowerServer será mais direta e confiável, pois você elimina uma dependência significativa do ambiente – a configuração correta do web browser. Além disso, os IWAs são mais fáceis de iniciar, pois ficam na máquina do usuário e têm atalhos. Em termos de desempenho, os tempos de resposta são semelhantes, mas os IWAs consumirão menos memória do lado do cliente.

Embora o PowerServer execute a lógica de acesso a dados na camada intermediária utilizando C# e ADO.NET, ele não é uma solução de conversão de código. Caso queira migrar seu código para C#, recomendamos que experimente o PowerScript Migrator.

O desenvolvimento e a manutenção são realizados no IDE do PowerBuilder, aproveitando as funcionalidades existentes do PowerBuilder.

O PowerServer utiliza uma arquitetura de n camadas, padrões da web, .NET framework, objetos de servidor stateless, pool de conexão de banco de dados, entre outros. Assim, é possível obter mais escalabilidade e melhor interoperabilidade sem as limitações e problemas normalmente encontrados nas tecnologias de serviço de terminal.

Sim, sendo muito mais rápido do que reescrever do zero seus aplicativos existentes. O PowerServer foi certificado com Amazon AWS, Microsoft Azure, VMWare e RackSpace.

Sim, os servidores web que hospedam seus aplicativos PowerServer podem ser armazenados em cluster e possuir balanceamento de carga caso você utilize um servidor web Microsoft IIS ou Apache. No entanto, esse recurso exigirá a compra da Enterprise Edition do PowerServer.

Consulte o Guia de Instalação do PowerServer correspondente para conhecer em detalhes os requisitos do ambiente de software em desktop, middleware e banco de dados.

É muito difícil generalizar isso, pois diferentes variáveis podem afetar o esforço de implementação na web. Geralmente, o projeto de implementação na web consiste em corrigir recursos do PowerBuilder que não são compatíveis, otimizar a lógica de acesso a dados para conectividade com a internet e testar o projeto exaustivamente. Muitos clientes concluíram seus projetos após vários meses, ao passo que outros após apenas algumas semanas.

A maioria dos recursos do PowerBuilder é suportada, incluindo DataWindows e estruturas complexas (como PFC). Consulte o Guia de Recursos Suportados para obter uma lista completa de todos os recursos do PowerBuilder com e sem suporte.